top of page

Serviço Microrrevestimento Asfáltico

Como surgiu o serviço de Microrrevestimento Asfáltico? Na segunda metade dos anos de 1970, surge na Europa e posteriormente nos Estados Unidos, um novo sistema derivado do já consagrado uso das técnicas de aplicação a frio, com o emprego de emulsões asfálticas. Esse novo método recebe o nome de serviço Microrrevestimento Asfáltico a Frio (MRAF). A partir de então, a técnica se difunde por diversos países, até que nos anos 1990 chega ao Brasil com o desenvolvimento de uma nova geração de emulsões asfálticas catiônicas poliméricas de ruptura controlada. Em 1997 ocorre, com grande sucesso, a primeira experiência com microrrevestimento asfáltico a Frio no Brasil, em rodovia com alto volume de tráfego, Rodovia Presidente Dutra BR-116/SP. Desde então a técnica passa a ser utilizada em larga escala por todo território nacional. O que é Microrrevestimento Asfáltico? O Microrrevestimento Asfáltico a frio é uma mistura asfáltica que consiste na associação de agregado britado de alta qualidade (pó de pedra e pedrisco), fíler mineral (cal ou cimento), emulsão asfáltica catiônica elastomérica de ruptura controlada, água, aditivos químicos (se necessários), que apresenta consistência fluida de maneira a ser uniformemente espalhada sobre uma superfície previamente preparada. Campo de Aplicação O Microrrevestimento Asfáltico a Frio é, principalmente, aplicado na conservação e rejuvenescimento de pavimentos que necessitam de impermeabilização e melhorias nas condições de segurança e atrito. No entanto, há um amplo campo de aplicação da técnica como solução na pavimentação:

  • Camada intermediaria antireflexão de trincas e fissuras (SAMI).

  • Camada antireflexão de trincas e fissuras (SAM) - Inovação e desenvolvimento Garcia Monteiro.

  • Enchimento de trilho de rodas (Deformação permanente).

  • Enchimento de degrau entre faixas contiguas (Degrau em acostamento, Degrau em faixa de segurança).

  • Enchimento de degrau em formato de cunha - Inovação e desenvolvimento Garcia Monteiro.

  • Camada para aumento de aderência pneu-pavimento.

  • Camada de Bloqueio.

  • Cape seal.

  • GAP Graded a Frio – Inovação e desenvolvimento Garcia Monteiro.

Além das aplicações citadas, a Garcia Monteiro tem como marca a fabricação própria das Usinas de Microrrevestimento que, aliado ao laboratório de misturas asfálticas, permite estarmos sempre inovando e desenvolvendo novas soluções como o Microrrevestimento Asfáltico a Frio de alto desempenho (SAM), o GAP Graded a frio, o Enchimento de acostamento em cunha, Enchimento de degrau com material fresado.

Quais as vantagens do Microrrevestimento Asfáltico? Considerando as técnicas de pavimentação e misturas asfálticas existentes, o MRAF apresenta excelente custo benefício por ter características construtivas que possibilitam intervenções de menor porte e custo. A utilização do MRAF é essencial para sistemas de gerencia de pavimentos (SGP) uma vez que retarda a evolução dos defeitos do pavimento, postergando, por consequência, as intervenções com alto custo de restauração e reconstrução do pavimento. Além dos benefícios na redução de custo o MRAF tem outras excelentes vantagens:

Fonte do conteúdo: http://www.garciamonteiro.com.br/microrrevestimento-asfaltico

Commenti


bottom of page